[Divulgação] Ponte de Cristal - Thati Machado

Oláááá! 

Hoje tenho uma novidade maravilhosa para compartilhar! Mas antes gostaria de fazer um parênteses. Acho que só que escreve em blog's sabe o trabalhão que dá, buscar material, ler, divulgar, responder comentários... ter tempo para tudo e vida social é muito difícil, mas o que deixa essa maratona bloguistíca muito mais interessante, são as pessoas que encontramos nela. 

Logo que comecei o blog me deparei com o blog Nem te Conto e a blogueira Thati Machado,  que acho que já viram em alguns posts por aí, por me indicar ou ser indicado para TAG's, por fazer uma Book Tour, ou por ter ganho mimos da Thati. O bacana é que tanto o Meus Mundos no Mundo, como o #NTC estavam começando, ambos estão crescendo, melhorando, conquistando novas oportunidades e se firmando juntos, por meio deles acabamos nos conhecendo e nos tornando amigas. 

Entããããão é com uma alegria imeeeeensa que hoje estou aqui para divulgar o primeiro livro publicado da Thati o "Ponte de Cristal".  Vamos falar um pouquinho sobre o livro e a autora?


O livro: 
Sinopse: A renomada escritora Mia Prescott não imagina que a sua decisão de acertar contas com o passado causará uma reviravolta em sua vida e colocará à prova todas as suas certezas. Seu país, o Lar, precisará da sua ajuda ou sofrerá pelas mãos da mesma pessoa que arruinou seu verdadeiro eu. Vivendo na Capital, Mia não percebe que uma revolução está se aproximando e que ela é a única capaz de detê-la. Bom, ela e o homem a quem ela jurou se vingar. Ou talvez não seja ele... Quer dizer, em quem confiar? 

Ele ainda está em processo de finalização e custará R$36,90. Sim, é um pouco carinho, mas são 312 páginas, as opções eram: deixar um pouquinho mais salgado, ou dividir em dois. Então ela preferiu manter um livro só.



A autora: 

A Thati começou a escrever com 12 anos poemas de amor, com o passar dos anos foi para o Orkut - sdds - escrevendo webnovelas em uma comunidade. Agora com 23 anos, já estudou um publicidade e artes cênicas, trabalha como atriz modelo Plus Size, na empresa G+ Models - Além de claaaro blogueira e viciada em livros em tempo integral -.  

Adora o frio,  chocolates e queijo - mesmo sendo intolerante a lactose - . Ponte de Cristal é seu livro de estréia.











Bom, quem tiver interesse o livro está disponível no mês que vem. E poderá ser comprada pelo site da Editora Laço Editorial, clicando aqui, ou com a própria autora, pelo Facebook da Thati ou pelo e-mail thatiisr@hotmail.com

A vantagen de comprar no site é poder parcelar pelo pagseguro, maaas caso queira comprar com a autora vem autografado - com uma dedicatória - e vem com marcadores, além de que dos 50 primeiros irão ganhar um botton. 


Espeeeero que o livro seja um super sucesso, já estou ansiosa para o lançamento e pretendo estar nos 50 primeiros, quero uma dedicatória suuuuper especial então vou comprar direto com a fofa da Thati! E vocês? O que acharam? :) 





  


Apenas supondo...

“Supondo,

apenas supondo,

que você fosse,

de alguma maneira extraordinária,

muito importante para mim e que embora você não soubesse disso,

eu fosse muito importante para você

e que tudo isso se perdesse em nossas vidas porque só tivemos oito quilômetros e eu sou um completo imbecil quando se trata de dizer algo muito importante para alguém que eu acabei de conhecer sem bater em caminhões ao mesmo tempo,




o que você acha que eu deveria fazer?"


Douglas Adams - Até Mais, e Obrigado pelos Peixes.






Resenha: Belle Époque

"Perfeita. Ninguém jamais havia me descrito assim antes"


            Queria me lembrar o blog que li a resenha que me fez ir atrás do livro “Bele Époque” (Belle Époque: A Novel of Beauty and Betrayal), publicada em 2014 pela editora Versus e escrita por Elizabeth Ross. Lembro que era uma resenha fantástica, cheia de negritos e CAPS LOCK’s, já fucei pelos blog’s que costumo visitar, no google, no meu histórico... não consegui achar, mas queria lembrar para poder agradecer o dito cujo, ou dita cuja, por me apresentar esse livro! 


            O livro se passa na Paris boêmia, pós revolução, na qual as artes, a música, a busca pelas tais, liberdade, igualdade e fraternidade corre solta. É essa Paris que a sonhadora Maude Pichon sonhou a vida toda, morando em uma cidade no interior da Bretanha com um pai que nunca deu o devido valor, finalmente toma coragem para ir a busca de tais ideais e foge para a cidade-luz.

            Ao chegar lá, a protagonista percebe que a vida não seria fácil, que mesmo trabalhando duro, ela mal conseguia dinheiro para se sustentar. Nesse cenário desespero que ela se depara com a Agência Durandeau, que a oferece o humilhante, mas bem remunerado, emprego de repousser. Cuja definição é repelir, ou seja, garotas, como Maude, eram contratadas para serem damas de companhia de mulheres ricas, por serem desprovidas de uma beleza padronizada, o que ressaltaria a beleza das madames da alta sociedade.

Em todo tempo e lugar, a feiura tem seus aspectos de beleza; é emocionante descobri-los onde ninugém mais os notou - Yvette Guilbert



“Amigas? Você deveria saber. A vida em sociedade não significa fazer amizades, significa fazer alianças”

            O que a mademoiselle Pichon não esperava ao deixar todo seu orgulho de lado e aceitar o emprego, era que ao entrar no mundo de fútil e deslumbrante do nobreza francesa, ela iria acabar se encantando e confundindo sua real posição nessa pirâmide social. Nesse meio tempo ela conhece Paul, um boêmio encantador, mas que trás ela à realidade, na qual ela tem vergonha de assumir o papel que se submete.
  
            São 292 páginas de um romance histórico, narrado elegantemente em primeira pessoa, que nos trás todos os dilemas da época e de Maude. Nos fazendo refletir sobre nossos valores e nossas perspectivas de vida. Afinal ela também sonha com uma vida estável, com o amor e com um emprego que a realize.

“Talvez as pessoas sejam tão bonitas quanto precisam ser”




                Ross me presenteou com um romance multigênero, mostrando as facetas da verdadeira beleza, até onde o ser humano pode ir pela vaidade, a facilidade de ser deslumbrado pelo mundo traiçoeiro e luxoso da alta sociedade, a luta da mulher no mundo acadêmico dominado pelas homens e a importância da verdadeira amizade.  Além de tudo isso, ela ainda nos brinda com um plano de fundo incrível a realidade da arte na época, cuja Exposição Universal estava para acontecer, que tinha como seu principal atrativo a Torre Eiffel, que seria apresentada para a França e ao mundo, para o desgosto da elite, que a considerava pavorosa - o que me fez rir alto, afinal quem diria uma coisas dessas atualmente?!.


 “- A Torre Eiffel está se tornando realmente uma monstruosidade... Uma desgraça na paisagem a cada dia que passa”


“A cultura é o caminho para o conhecimento e a chave para uma vida equilibrada. Pelo menos é o que os boêmios dizem. ”
        



      Não digo que o livro é indefectível pois em alguns momentos me irritei com a Maude deslumbrada, que deixou alguns momentos de tristeza e indignação, pois ela aparentava ser muito mais madura. Mas por outro lado, só humanizou a personagem, que havia acabado de pular de para-quedas em um mudo extremamente contrastante com o dela.
  
            A obra tem muito a oferecer a qualquer um que procure sua leitura, a qual eu super recomendo, pois mesmo sendo histórico sua abordagem é atemporal. Mostrando a real beleza, o julgamento pelas aparências, mulheres fortes e decididas, um romance provocativo que envolve o leitor e o inspira além de o fazer refletir. Quero aproveitar e parabenizar a Versus, por um edição sem erros, com letras grandes e espaçadas em papel amarelado. E se a resenha não conseguiu atrair... como não ficar tentado com essa capa?!
           

“Há duas maneiras de espalhar a luz: ser a vela ou o espelho que a reflete”- Edith Wharton








Resenha: Cretina Irresistível

“Ela me irritava em todos os sentidos, e então descobria outras maneiras de me irritar, que nem mesmo eu sabia que existiam”

            Não li os livros na ordem cronológica, porque sou complemente desligada e perdida, por isso já postei – aqui – sobre como se organizar para ler a série Cretino Irresistível (Beautiful Bastard) . Mas resolvi que iria postar as resenhas na ordem, para não dar nó na cabeça de ninguém. Entãããão hoje vamos falar um pouco de Cretina Irresistível (Beautiful Beach), escrita por Christina Lauren e publicada pela Editora Universo dos Livros em 2013.



            O livro se passa cerca um ano após o final de Cretino Irresistível e mostrando como está atualmente o relacionamento de Bennet e Chloe, mostrando que o casal entre-tapas-e-beijos não mudou muito.

            A Ryan Media está abrindo uma filial em Nova York e Bennet está responsável por ela, Chloe está começando em seu novo emprego na empresa e quer mostrar competência... mostrar para que veio. Portando o casal não tem tempo para eles... só para o trabalho.

“Eu sentia falta de tê-la como minha estagiária. Sentia falta de mandar nela o tempo inteiro. E realmente sentia falta dela retrucando minhas ordens”
            


“Não foi exatamente como imaginei estar de novo com ela, mas da maneira apressada e espontânea como aconteceu... isso sim era nossa cara”

São 119 páginas – é bem curtinho – que mostram como eles tentam sempre arranjar tempo para eles mesmos e acaba nada dando certo, até que Bennet tem uma idéia, que tal passar uma férias na França?! Mas será que dessa vez eles vão conseguir tirar um tempo só para eles?!

            A narrativa das duas autoras continua simples, intensa e hoooot. Mostrando ainda mais o lado apaixonado de Bennet e o lado firme de Chloe e sua dificuldade para demonstrar, com palavras, tudo que sente... porque fisicamente.... bom ela demonstra muito bem [hahaha]. Há diversos flashbacks mostrando o que aconteceu após a apresentação do MBA da protagonista e durante o ano que se passou.


“‘Bom dia para você também, sr. Ryan.’ ‘Chloe, não seja mal-humorada’ ‘Por quê?! Só você tem esse direito?’”

            Se você gostou de Cretino Irresistível vai amar Cretina Irresistível, afinal o casal mais babaca do universo literário está mais quente que nunca. Além, claro, de  apresentar Max Stella, o protagonista do próximo livro da série.


Para finalizar queria deixar uma observação adorei a dedicatória e os agradecimentos – sim eu não pulei – , pois foi dedicado as leitoras, que foi por elas que elas resolveram escrever mais sobre esses dois irresistíveis.


“É só que, sabe quando você disse que adora o jeito como nos beijamos? Eu sinto o mesmo em relação a tudo que fazemos juntos. Eu amo tudo. Eu amo entrar em você, amo trabalhar com você, amo ver você trabalhando, amo discutir com você  e amo simplesmente sentar no sofá e rir com você, Chloe. Não consigo pensar  em nada, ou ninguém, que seja mais importante para mim”








[Book Tour] Salvos Pelo Amor - Juliane Rodrigues

“A sinceridade não é um defeito. O problema é que o mundo de mentiras em que as pessoas vivem não está preparado para a verdade.”

            Hoje vim contar uma novidade! O blog foi convidado para participar da BookTour do livro Salvos pelo Amor. Quem tá organizando é a Thati Machado, do blog Nem te Conto e quando ela me convidou para participar fiquei suuuper feliz! Afinal ela só me convidaria achasse que eu valia a pena né?! Hahaha


Quem escreveu o Salvos Pelo Amor e publicou de forma independente é a Juliane Rodrigues, quer conhecer um pouquinho da fofa da Ju? Olha só:






Nasceu cidade de Trajano de Morais, localizada no interior do estado do Rio de Janeiro. Graduada em administração de empresas, escreveu algumas peças teatrais e Salvos pelo Amor é o seu primeiro livro. Em suas obras são preservadas a essência de menina do interior e sua fé.








Além do Meus Mundos no Mundo, e do Nem te Conto, temos mais 7 Blogs participando da Book Tour que são:



Sou a terceira na ordem da book tour entããão daqui um tempinho, podem esperar um resenha do livro aqui. Enquaaanto ele não vem... que tal conferir a sinopse?! :)


Tudo não passava de uma brincadeira de mau gosto. Ofendido por sua ex-namorada, após ser traído por ela, Nic, guitarrista de uma banda relativamente famosa, vê no fato de Clara não ser uma mulher bonita a possibilidade de provar algo. Mas tudo muda quando ele fica doente. Clara tem que se decidir: abrir a porta de sua casa para o guitarrista arruinado ou deixá-lo à própria sorte. A convivência com alguém tão especial fará com que Nic queira mudar e ser salvo por ela. Ele está certo de que Clara é um anjo, mas, anjos existem? Com o convívio, Nic absorve exemplos de Clara e compartilha escolhas que o fazem mudar, mas Clara ainda não está preparada para essas mudanças. Salvos pelo Amor deixa claro que ninguém é tão feio quanto se vê ou tão belo quanto se idealiza.

Bom, para finalizar vou deixar alguns links caso se interessem ok?




Espero que tenham gostado! O que acharam da novidade? E da sinopse? Espero que a book tour seja um sucesso e que o livro também né?! 

Como você me dói vezenquando

"Sabe que o meu gostar por você chegou a ser amor pois se eu me comovia vendo você pois se eu acordava no meio da noite só pra ver você dormindo meu deus como você me doía vezenquando eu vou ficar esperando você numa tarde cinzenta de inverno bem no meio de uma praça então meus braços não vão ser suficientes para abraçar você e minha voz vai querer dizer tanta mas tanta coisa que eu vou ficar calada um tempo enorme só olhando você sem dizer nada só olhando olhando pensando meu deus ah meu deus como você me dói vezenquando." 

 Caio Fernando Abreu - O Ovo Apunhalado.

Resenha: Paixão Sem Limites

“Quer saber o que aconteceu? VOCÊ, Rush. Foi isso que aconteceu.”

Já que estou mergulhada na onda dos New Adult, então nada mais justo que ler “Paixão Sem Limites” (Fallen Too Far), da Abbi Glines, publicada pela Editora Arqueiro em 2012.  O livro é uma série que está fazendo um super sucesso tanto no Brasil como fora, tendo já 8 livros dentro do mesmo contexto, formando a série “Rosemary Beach”que aqui foi fragmentada em 3 Sem Limites, Estranha perfeição e Chances.





Após passar três anos com câncer a mãe Blaire Wynn morre e a garota se vê obrigada a vender tudo que possui, exceto sua caminhote velha, e pedir auxílio para seu único parente vivo, seu pai. Fazia 5 anos que ele tinha sofrido um acidente de carro que acarretou na morte de sua irmã gêmea, fazia 5 anos que ele a havia abandonado, mas pedir sua ajuda era o único e último recurso de Blaire.

“Acho que estou apaixonado. Ela é linda e lembra a cerveja que eu bebo. E ainda abre a porcaria da garrafa para mim.”

Portanto a protagonista pega todas suas coisas e se muda do Alabama, vai para Rosemary Beach na Flórida, onde seu pai e sua nova família moram. Contudo quando ela chega lá, descobre que realmente não dava para contar com seu pai, pois ele não estava em casa... Estava em Paris com sua nova esposa. Então Blaire é recebida pelo enteado de seu pai, o pouco amigável Rush. Ele, por sua vez, é o dono da casa e permite que ela fique em sua casa até que ela consiga dinheiro para conseguir uma para si própria.


Rush é lindo, rico, com um corpo maravilhoso, mas do tipo que gosta de sexo sem compromisso. Blaire é a inocência, pura, pobre, sem maldade. Obviamente os dois sentem uma atração mútua, mas ele evita a proximidade com ela, trata-a de forma extremamente rude, cheio de segredos, deixando-a confusa, intrigada...

“Você me viu hoje mais cedo. Eu sou um filho da puta doente e  pervertido. Não posso tocar você.”

São 184 páginas que passam em um segundo, narram em primeira pessoa, pela perspectiva de Blaire, a busca pela independência, dramas familiares e um desejo ardente. Além do conflito entre dois mundos, a vida fácil e endinheirada de Rush e a vida humilde e trabalhadora dela. 



           Posso dizer que achei as características de Blaire um pouco exageradas, ninguém é tão tonta aos 19 anos, os diálogos são um pouco fracos e o livro é cheio de clichês, mas apesar disso a leitura é super empolgante - e bom para ser sincera... eu adoro um clichê. É daquele tipo de livro que você se apaixona pelos personagens, se prende na trama e torce muuuito para que o romance dê certo. Foi meu primeiro contato com Abbi Glines e ela conquistou uma fã, adorei sua escrita, direta e envolvente. 

“Não foi Rush quem me fez fugir. Foi ele quem me fez querer ficar.”

O final do livro é daqueles para deixar o leitor na expectativa do próximo volume, cujo título é “Tentação Sem Limites” (Never Too Far), que vou correndo ler para saber mais desse casal. O livro ainda nos apresenta personagens secundários apaixonantes, que protagonizam alguns dos volumes seguintes da série. Ou seja, aguardem novos post dos livros de Abbi Glines que é do tipo de leitura que vicia.